Universidades Estaduais colocam o Paraná no quinto lugar em produção cientifica

A produção acadêmica das sete universidades pertencentes ao governo estadual é um dos pilares para o Paraná estar entre os estados brasileiros que mais produzem ciência e inovação, colaborando para elevar a produção científica do país. Levantamento realizado neste mês de maio, junto às sete universidades estaduais, demonstrou que nos últimos dois anos foram concluídas 5.735 dissertações de mestrados e teses de doutorados. – Curitiba, 28/05/2019 – Foto: Divulgação SETI

No Paraná, existem sete universidades que são mantidas pelo governo estadual e são pilares fundamentais na produção científica e inovação, fazendo com que o crescimento de pesquisas de valor cientifico cresça cada vez mais no Brasil.

Nos últimos dois anos, de acordo com um levantamento realizado em maio deste ano, as sete universidades estaduais juntas, construíram, durante dois anos 5.735 dissertações de mestrado e teses de doutorado.

Segundo a AEN, o impacto desta produção acadêmica foi evidenciado em detalhes no último relatório “Research in Brazil”, produzido pela equipe de analistas da Clarivate Analytics para a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), em 2016, e que colocou o Paraná na quinta posição brasileira do setor, atrás apenas de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

Saúde: Febre Maculosa: 33 casos já foram identificados no Paraná

Laboratórios de pesquisas da UEL. Londrina,26/04/2019 Foto:Jaelson Lucas / ANPr

Atualmente, 75.606 estudantes estão matriculados em cursos de graduação nas universidades estaduais, em 388 cursos distribuídos em todas as regiões do estado.

No mestrado, se encontram matriculados 190 profissionais de mestrados disponíveis, somando 7.058 pesquisadores e 90 profissionais no doutorado, reunindo 2.927 matriculados.

Se liga: Doe leite materno e salve vidas!

De acordo com o mapa, o CNPq dá apoio a 18 periódicos científicos, que representam 9,18% do total concedido em todo o país.

O Paraná soma ainda 1.744 Bolsas de Iniciação Científica (6,04%) e outras 377 de Iniciação Tecnológica e Industrial, 10,89% do total de incentivos concedidos em todo o país e outras 951 Bolsas Produtividade em Pesquisa Tecnológica, que representam 6,09% do total nacional.

Produção de áudio: Alexandre Motta / Produção textual: Maria Heifer – Rádio Difusora Mais FM

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *