OMS alerta para os riscos de ingerir gordura trans em excesso

Gordura trans é rico alto para a saúde, segundo a OMS / Foto: reprodução

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou nesta última quarta-feira que pelo menos 5 bilhões de pessoas em todo o mundo convivem com os riscos de desenvolver doenças, em razão ao consumo excessivo de gordura trans industrial.

O ingrediente causa cerca de 500 mil mortes por ano. A gordura trans está presente na maioria dos produtos que chamamos de “gostosos”, por exemplo: sorvetes, margarinas, cremes vegetais, batatas fritas, salgadinhos de pacote, bolos, biscoitos e gorduras hidrogenadas.

As gorduras trans são usadas em alguns alimentos para que aumente o prazo de validade de produtos industriais. Segundo a EBC (Empresa Brasil de Comunicação), “De acordo com a organização, o Brasil figura ao lado de outros 25 países que adotam medidas para incentivar os consumidores a fazer escolhas mais saudáveis em relação aos alimentos e bebidas industrializadas. Estão nesse grupo de países que, segundo a OMS, promovem uma dieta saudável a fim de prevenir a obesidade e doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) relacionadas à má alimentação Bélgica, China, Espanha, França, Suécia, Reino Unido, entre outros, como os sul-americanos Bolívia, Paraguai e Uruguai.”

Este mês a OMS colocou em seu site muitas informações para orientar os governos, a indústria e a sociedade, para substituir as gorduras trans por outros ingredientes mais saudáveis. No site da OMS também é possível encontrar, uma cartilha à população, aconselhando a mesma em como ter uma alimentação mais saudável.

Produção de áudio: Marcio Guimarães / Produção textual: Maria Heifer – Rádio Difusora Mais FM

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *