Beata Irmã Dulce será canonizada pela Igreja Católica

BEATA IRMÃ DULCE SERÁ CANONIZADA PELA IGREJA CATÓLICA RÁDIO DIFUSORA MAIS FM
A canonização acontecerá em celebração solene no Vaticano pela Igreja Católica, seu processo de canonização está aberto desde o ano 2000, quando o Papa ainda era João Paulo II. / Foto: reprodução

O Santo Padre autorizou o Decreto reconhecendo mais um milagre atribuído a intercessão de Irmã Dulce. A Beata será proclamada Santa e será primeira mulher do Brasil a ser canonizada, a notícia foi publicada pelo site Oficial do Vaticano Vatican News.

A canonização acontecerá em celebração solene no Vaticano pela Igreja Católica, seu processo de canonização está aberto desde o ano 2000, quando o Papa ainda era João Paulo II.

O segundo milagre não foi divulgado pelo Vaticano e passou por três etapas de avaliação, a primeira é uma reunião com os peritos médicos, com teólogos e finalmente a aprovação final pelo colégio cardinalício. O milagre foi reconhecida de forma unanime em todos os estágios.

BEATA IRMÃ DULCE SERÁ CANONIZADA PELA IGREJA CATÓLICA RÁDIO DIFUSORA MAIS FM
Papa João Paulo II e Irmã Dulce / Foto: reprodução

Para a Igreja Católica, uma graça só é considerada milagre após ocorrer quatro pontos básicos: a instantaneidade, que assegura que a graça foi alcançada logo após o apelo; a perfeição, que garante o atendimento completo do pedido; a durabilidade e permanência do benefício; e seu caráter preternatural, que não pode ser explicado pela ciência.

Irmã Dulce criou um dos maiores complexos de saúde com serviço gratuito do Brasil, o conhecido: Obras Sociais Irmã Dulce, que realiza em média 3,5 milhões de atendimentos ambulatoriais por ano. Dulce pertencia a Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus.

Produção de áudio: Marcio Guimarães / Produção textual: Maria Heifer – Rádio Difusora Mais FM

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *