Manchetes dos principais Jornais do Brasil 21/03/2019

Acompanhe as manchetes dos principais jornais do país / Arte: Maria Heifer – Rádio Difusora Mais FM 104.7

Manchete do Jornal Correio Brasiliense de Brasília Distrito Federal:  

Maia acusa Moro de copiar projeto anticrime de Alexandre de Moraes. Presidente da Câmara afirmou que o atual projeto anticrime do ministro da Justiça será apensado ao que já tramitava no Parlamento.

Moro, ao saber do posicionamento de Maia referente ao projeto anticrime apresentado ao Congresso por ele, rebateu as acusações.

O ministro disse que apresentou uma proposta que atende as necessidades da população.

Manchete do Jornal O Popular principal Jornal do estado de Goiás:

SAÚDE. Hugo, Huana e Hutrin terão chamamento para contratar OSs. Contratos estão próximos de vencimento. No caso de Anápolis, ele será rescindido por falta de acordo.

Manchete do Jornal O Estado de Minas de Minas Gerais:

Expectativa de economia líquida da reforma da previdência militar diminui em 90% com proposta de Bolsonaro.

Até o último mês era esperada economia de R$ 92 bilhões em dez anos, mas projeto apresentado nesta quarta-feira prevê R$ 10,5 bilhões para o período.

Manchete do Jornal Correio do Estado de Campo Grande Mato Grosso do Sul:

ATRASOS. Câmara de Dirigentes Lojistas estuda acionar Justiça para evitar mais perdas dos lojistas.

As obras de revitalização do Reviva Centro e os efeitos da crise econômica prolongada fizeram 1.505 lojas e estabelecimentos comerciais e industriais da região central de Campo Grande fecharem as portas nos últimos 11 meses, de acordo com levantamento realizado pela entidade.

Manchete do Jornal O Dia do Rio de Janeiro:

PREVIDÊNCIA DE MILITARES. Deputados ligados a Maia querem devolução de reforma.

Parlamentares, alguns do DEM, mesma legenda que a do presidente da Câmara, dizem que governo não está impondo aos militares os mesmos sacrifícios que aos civis.

Manchete portal Globo.com em versão online: 

POLÍTICA. Maia diz que Moro ‘conhece pouco a política’ e que ‘copiou e colou’ projeto anticrime.

Ministro da Justiça afirmou que apresentou ‘projeto de lei inovador e amplo’ e disse esperar que seja analisado ‘com a urgência que o caso requer’.

Manchete do Jornal Folha de São Paulo:

STF. Investigação de fake news contra Supremo identifica suspeitos e prepara buscas.

Equipe que trabalha em inquérito sairá às ruas, prevê recolher computadores e tirar do ar contas em redes sociais.

Manchete do Jornal O Estado de São Paulo:

DELAÇÕES DA ODEBRECHT. PF indicia Lula e filho por lavagem e tráfico de influência.

E mais: Flávio Bolsonaro tira ex-assessora, irmã de policiais presos, de diretório do PSL no Rio.

Manchete do Jornal Zero Hora de Porto Alegre Rio Grande do Sul:

MAL-ESTAR. Moro rebate Maia: “Talvez alguns entendam que o combate ao crime pode ser adiado indefinidamente, mas o povo brasileiro não aguenta mais.

Essas questões sempre foram tratadas com respeito e cordialidade com o presidente da Câmara, e espero que o mesmo possa ocorrer com o projeto e com quem o propôs.

Não por questões pessoais, mas por respeito ao cargo e ao amplo desejo do povo brasileiro de viver em um país menos corrupto e mais seguro”.

Presidente da Câmara mostrou irritação com o ministro ao chamá-lo de “funcionário do presidente Jair Bolsonaro” e dizer que ele “está confundindo as bolas”.

Manchete do Jornal Diário Catarinense de Florianópolis:

PESQUISA. Aprovação do governo Bolsonaro cai 15 pontos percentuais em 60 dias, diz Ibope.

Segundo os dados, em janeiro, 49% dos eleitores consideravam que o governo era bom ou ótimo.

Neste último levantamento, consta que 34% fizeram a mesma avaliação. A pesquisa foi realizada em 143 municípios e ouviu 2002 pessoas, entre os dias 16 e 19 de março.

Manchete do Jornal Folha de Londrina:

Reforma do Restaurante Popular em Londrina está atrasada.

E mais: PR-445 deve entrar na próxima concessão de pedágio.

Manchete do Jornal Gazeta do Povo de Curitiba em sua versão online:

GESTÃO. Governo enfatiza economia milionária ao reenviar reforma administrativa à Alep.

Revisado após críticas, projeto de reforma foi reencaminhado ao Legislativo e deve passar novamente pelo crivo dos deputados, ainda sem previsão de votação.

Manchete do Jornal Tribuna do Paraná de Curitiba:

ANTES DA HORA! Pinhão já é vendido de maneira ilegal no Centro de Curitiba.

Apesar do alerta do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), quem passa por ruas e rodovias de Curitiba tem visto algumas pessoas vendendo pinhão antes da data permitida, dia 1º de abril.

A prática é ilegal e, muitas vezes por falta de conhecimento, alguns compram o produto e acabam incentivando o crime.

Manchete do Jornal Folha do Litoral News de Paranaguá:

Maternidade anexa ao HRL passa por ajustes antes de ser entregue à população. As obras foram entregues no fim do ano passado, mas a maternidade ainda não está em funcionamento.

O diretor da 1.ª Regional de Saúde, José Carlos de Abreu, explicou que algumas adequações precisarão ser realizadas antes da entrega para a população.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *