XII Varal de Poesias: Das Epifanias Breves para a realidade

Grandes debates foram formados através de palestras, oficinas e declamações poéticas em um dos grandes eventos artísticos-culturais de Paranaguá.

Larissa Belém e Alesson Lima apresentando “When love arrives…” – Varal de Poesias 2018 / Foto: Maria Heifer

Nos dias 03 e 04 de julho, aconteceu no Teatro Rachel Costa o XII Varal de Poesias da Universidade Estadual do Paraná – campus Paranaguá com o tema “Epifanias Breves”. O Evento contou com vasta programação de oficinas, palestra e o tão esperado concurso de interpretação e escrita poética que é aberto não só a comunidade acadêmica, mas também para todo o público.

Prof. Dr. Moacir Dalla Palma, Diretor do Centro de Área, Unespar – campus Paranaguá. / Foto: reprodução

Este evento nasceu no campus, através do Prof. Dr. Moacir Dalla Palma, Diretor do Centro de Área, que ao chegar na universidade, antes fafipar, decidiu implantar o Varal de Poesias e tornar um dos principais eventos do curso de Letras da Unespar – Paranaguá.

Este ano (2018) o XII Varal de Poesias teve excelente programação, no dia 03 de julho, contou com uma oficina com o tema: “Da imagem à letra: o haicai e a epifania do instante”, ministrado pela Prof. Drª. Beatriz Ávila Vasconcelos no período da tarde no Palacete Mathias Bohn (Centro Cultural da Unespar).

Prof. Dr. Marcelo Paiva de Souza (UFPR). / Foto: Maria Heifer

A noite, o evento contou com a presença do Prof. Dr. Marcelo Paiva de Souza (UFPR), que ministrou uma conferência sobre “A imensidão do que existe: Em torno de algumas epifanias em poetas poloneses modernos”, no Teatro Rachel Costa.

A Epifania acontece quando notamos as formas mais simples da vida, os pequenos detalhes que conforme a correria do dia, nos impossibilita de notarmos os mesmo. Nas palavras do Prof. Dr. Marcelo Paiva: “Um poema epifânico é um poema que constrói a experiência de revelação instantânea, muito poderosa, profunda e impactante de um aspecto do mundo, a realidade, que passava despercebida. O poema epifânico, ensina de alguma maneira, a olhar o mundo, descobrir coisas que a gente já tinha esquecido que estavam lá e que são fascinantes, intrigantes e que merecem atenção, merecem o nosso olhar.” Afirma.

Segundo o Prof. Dr. Marcelo Paiva de Souza, participar de um evento como o Varal de Poesias foi um prazer enorme, pois a estrutura do Varal, combinando oficinas e conferências, além de um espaço onde poetas da universidade e público em geral podem participar, o torna um evento agradável, produtivo e acolhedor: “Quando você vem para dar uma conferência, cai neste solo como uma semente e esse sistema de evento com certeza gerará frutos nos futuros eventos, em futuras declamações.” Destaca.

Neste mesmo dia, o evento contou com a presença da banda de Reggae Manifesto Pensamento que surgiu em Paranaguá em 2016, que com suas músicas trazem os debates da sociedade através da canção.

Banda Reggae Manifesto Pensamento. / Foto: Maria Heifer

“O nome da banda surgiu a partir da leitura da Constituição da República Brasileira onde no artigo 5º diz que todo o cidadão é livre para manifestar o seu pensamento, ou seja, temos plenitude para falarmos o que pensamos.

Procuramos trazer temas que muitos artistas ignoram, como por exemplo a história do Brasil, que apresentamos na música escravidão, fazendo relação com o passado e com o presente.

Fazemos um diálogos com as academias, pois alguns amigos professores, também fazem suas contribuições para a criação das letras das músicas autorais e sempre tentamos trazer a referência filosófica de debate.” Afirma o vocalista da banda Manifesto Pensamento.

A música criada pelo grupo é tem a finalidade de criar um debate, com diálogo aberto, desenvolvendo cultura, pois a sociedade precisa de mudança e de estar sempre progredindo, por isso o Manifesto Pensamento traz grandes discussões através das letras das suas músicas.

Marcelo Bourscheid / reprodução

O segundo dia do concurso, 04 de julho contou com a Oficina: “Quando acordou, o dinossauro ainda estava lá”: breves epifanias em prosa, ministrada por Marcelo Bourscheidt, no período da tarde no Palacete Mathias Bohn (Centro Cultural da Unespar). ,

Rapper WAG. / Foto: Maria Heifer

No período noturno o evento contou com as apresentações artístico-culturais, sendo realizadas a apresentação do rapper WAG, que trouxe suas músicas com letras de protestos sociais, políticos, culturais e com a apresentação das 20 poesias selecionadas no concurso, a premiação e o encerramento do evento no Teatro Rachel Costa.

Este ano o XII Varal de Poesias contou com uma novidade, conforme forem analisadas e estudadas as possibilidades, o evento não será somente da UNESPAR – Paranaguá e poderá vir a ser um evento dos sete campis da UNESPAR. Vamos esperar e torcer para que esse evento cresça cada vez mais.

Confira todas as fotos do evento na galeria abaixo.

Produção textual: Maria Heifer – Rádio Difusora Mais FM

Compartilhar:

2 comments

  1. Muito interessante esse site.Parabéns 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *