Imposto de Renda: Saiba como evitar a malha fina

IR

Até hoje, 628 mil declarações do ano de 2018 estão retidas na malha.

Foto: Receita Federal

O dia de abertura do prazo de entrega das declarações do Imposto de Renda (IR) está chegando e é necessário que o cidadão já deixe selecionado os documentos para que cumprir sua obrigação com o Fisco.

Todos os anos milhares de contribuintes caem na malha fina da Receita Federal, unicamente por inconsistência dos dados fornecidos. Até hoje, 628 mil declarações do ano de 2018 estão retidas na malha.

A Malha Fiscal da Declaração de Ajuste Anual da Pessoa Física, ou malha fina, é o processo de revisar todas as inconsistências nas declarações do Imposto de Renda.

Pequenos erros, como a falta de atenção, levam as pessoas a errarem na hora de fazer a sua declaração. Segundo o Conselho Federal de Contabilidade (CFC), o erro mais comum é o de digitação.

Segundo informações do Correio Brasiliense, da mesma forma, é importante ficar atento à declaração de bens. Todos eles precisam ser declarados pelo custo de aquisição, sem atualização dos valores, a não ser em casos específicos, como imóveis comprados por meio do Sistema Financeiro da Habitação (SFH).

Não informar o valor do aluguel é um erro muito comum. Geralmente, quem se preocupa em declarar é o proprietário do imóvel, mas a obrigação é também do inquilino.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *