Águas do Litoral e Interior paranaense continuam em boas condições

LITORAL

Oitavo boletim de balneabilidade divulgado nesta sexta-feira (8), mostra que somente Ponta da Pita, em Antonina, continua com águas impróprias para banho. No Interior todos os pontos estão recomendados.

Guaratuba, litoral paranaense / Foto: AEN

Os resultados das análises de qualidade da água têm sido positivo para os veranistas. De acordo com o oitavo boletim divulgado pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP) nesta sexta-feira (8) a qualidade das águas no Interior e no Litoral continuam boas. Apenas Ponta da Pita, em Antonina, continua como único ponto impróprio, além dos rios, canais e galerias permanentemente impróprios. No Interior, os 17 pontos estão recomendados para banho.

Os boletins vêm mostrando que a boa qualidade está se mantendo na maioria dos pontos. “Essa situação tende a se manter, principalmente porque o fluxo de pessoas vem diminuindo”, explica a diretora de Monitoramento Ambiental e Controle da Poluição do IAP, Ivonete Chaves.

Ficou sabendo? Ranking Mundial de Juros Reais: Brasil aparece em 7º lugar 

Litoral

Ao todo, são monitorados semanalmente 49 pontos na região – 13 em Guaratuba, 14 em Matinhos, 11 em Pontal do Paraná, seis na Ilha do Mel, três em Morretes e dois em Antonina.

Além dos 49 locais monitorados semanalmente no Litoral, o boletim aponta dez rios, canais e galerias considerados permanentemente impróprios para banho, independentemente da época do ano. No boletim eles estão destacados em letras maiúsculas.

Interior

Todos os 17 pontos de praias artificiais e represas na Costa Oeste e Norte do Paraná estão próprios para banho.

A avaliação acontece nas cidades de Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, São Miguel do Iguaçu, Itaipulândia, Missal, Santa Helena, Entre Rios do Oeste, Marechal Cândido Rondon e em Primeiro de Maio.

Saúde: Guaratuba: Dia D contra febre amarela acontece neste sábado

Sinalização

O veranista pode se orientar de acordo com as bandeiras na orla das praias, nos rios e nos reservatórios, que indicam se os locais estão próprios ou impróprios. As bandeiras são alteradas pelos bombeiros toda sexta-feira, no período da manhã, se for necessário.

A sinalização aponta a condição da água a 100 metros à direita e à esquerda de cada bandeira. A cor vermelha indica que a água não é recomendada e a azul que a região está própria para banho.

 

Fonte: AEN

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *