Operação Combustão é colocada em prática no Paraná

O tempo de pena para peculato é de 2 a 12 anos de reclusão para os envolvidos no esquema.

Foto: Polícia Federal.

A Polícia Federal iniciou uma nova operação, chamada: Operação Combustão, que tem o objetivo de investigar os recursos públicos desviados, utilizados para o abastecimento dos carros da PM (Polícia Militar) no Paraná.

20 policiais participaram desta operação e cumpriram cinco mandatos de busca e apreensão na cidade de Guaíra. De acordo com a Polícia Federal, a fraude contava com as participações de um servidor do órgão e de empregados de um dos postos credenciados para abastecimento da frota da PF.

Foi determinado o afastamento do envolvido com o esquema. Os condenados serão punidos para o crime de peculado, que vão de 2 a 12 anos de reclusão. Segundo a PF, material apreendido será encaminhado para Brasília, onde passará por análise e perícia pela equipe de investigação.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *