Maré alta alaga ruas e paralisa travessia da balsa do centro à ilha dos Valadares.

Ponta do Caju, São Vicente Costeira e Jardim Iguaçu estão entre os bairros atingidos.

Centro.

A maré alta registrada em Paranaguá na tarde desta sexta (10) subiu rápido e alagou várias ruas no bairro Ponta do Caju, região onde se localizam o Mercado Municipal, estádio Gigante do Itiberê e a rodoviária, além de paralisar os serviços da balsa que faz a travessia entre a cidade e a ilha dos Valadares por volta das 15h30.

Chamada de maré 2.4 por funcionários da F.Andreis –  empresa que realiza a travessia no Rio Itiberê – a cheia era prevista na escala 2.1, mas ultrapassou esse ponto devido aos fortes ventos e condições adversas do mar.

A maré alta afetou também ruas e locais próximos às margens de rios nos bairros Costeira, Beira Rio, Santos Dumont, São Vicente, Jardim Iguaçu, Labra e áreas ribeirinhas da ilha dos Valadares, Antonina e ilhas da baía de Paranaguá.

A paralisação da balsa se deu por segurança dos usuários já que a navegação não teria impedimentos apesar da maré alta. De acordo com funcionários da F.Andreis, o objetivo é evitar danos no assoalho e no escapamento dos carros no contato com a rampa de embarque.

O alerta emitido pela Marinha do Brasil continua valendo para este sábado (11), do Rio Grande do Sul ao Rio de Janeiro, com ondas entre 3 e 5,5 metros. Aos navegantes, a Marinha recomenda verificar informações antes de sair ao mar.

 

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *