Departamento Veterinário da Semma inova com atendimento fixo e móvel em Paranaguá

Tutores de animais que procuram o atendimento também recebem informações sobre como evitar proliferação de pulgas, sarnas e carrapatos.

Conversamos no Bom Dia Difusora com a Diretora do departamento Veterinário da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Cemma) a Drª Fabíola Frizzo, o destaque foi o excelente trabalho que vem sendo desenvolvido pela equipe tanto no atendimento ambulatorial fixo quanto no Atendimento Veterinário Itinerante.

Situado no Aeroparque, com atendimento veterinário gratuito, a prefeitura vem dando todo o suporte necessário para o serviço que é realizado de segunda à sexta-feira, das 13h às 18h, destacou a Drª Fabíola.

O consultório médico veterinário, junto à Secretaria Municipal do Meio Ambiente, foi criado através de lei n.º 2.963/2009, para atendimento da população animal de Paranaguá, prestando assistência veterinária e consultas gratuitamente. Senhas são distribuídas diariamente para realização desse atendimento.

No período da manhã, os animais são tratados internamente pela equipe veterinária municipal, das 8h às 12h, são realizados tratamento exclusivos de pacientes internos, que são os animais encontrados nas ruas ou deixados na sede da secretaria. O horário das 13h às 18h é destinado ao atendimento de animais da população, que é feito por ordem de chegada, com senhas diárias.

Claudio Rodrigues, Carol Valinas, Drª. Fabíola Frizzo e Larry Cesar nos estúdios da Rádio Difusora Mais FM 104.7.

Drª. Fabíola destaca outro grande sucesso do projeto, trata-se do Atendimento Ambulatorial Itinerante, realizado com veículo da prefeitura, mensalmente é publicado agenda dos bairros contemplados com a visita, feita para maior comodidade da população carente e seus animaizinhos.

Tutores de animais que procuram o atendimento também recebem informações sobre como evitar proliferação de pulgas, sarnas e carrapatos. A veterinária frisou, ainda, que com o atendimento veterinário realizado, vários animais abandonados em condições físicas precárias passam a ter a sua saúde reabilitada e são encaminhados para doação. O abandono de animais é crime previsto no artigo 164, do Código Penal Brasileiro, que fala sobre o abandono de animais em propriedade alheia. “Introduzir ou deixar animais em propriedade alheia, sem consentimento de quem de direito, desde que o fato resulte prejuízo: Pena – detenção, de quinze dias a seis meses, ou multa”, diz a lei.

Drª. Fabíola comentou a respeito da parceria entre a prefeitura e a Ecovia, sobre os animais abandonados às margens da BR277, a partir do KM79 em direção ao litoral. Esses animais são capturados e trazidos até a Secretaria Municipal do Meio ambiente onde é realizado uma triagem e o acordo evitará que os animais permaneçam soltos nas ruas acarretando a proliferação de doenças, problemas de zoonose, transmissão de vírus, além de maus tratos e contaminação ambiental. Com a iniciativa, espera-se inclusive, a redução de acidentes de trânsito.

Informações sobre atendimento veterinário e possibilidade de adoção de animais abandonados podem ser feitos pelo Departamento Veterinário do município.

Através do telefone (41) 3420-6058.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *